Pedro, eu vou casar.

Pedro,

Não esqueço a primeira vez em que te vi. O sol brilhando entre nós e a minha visão turva só enxergava o teu sorriso largo. Eu sinto falta do teu riso com o meu riso. Éramos dois malucos, envolvidos por uma paixão efervescente e pura. Sabe que ainda lembro o gosto do teu beijo? Teu corpo quente ao encostar o meu, tuas mãos suavemente rápidas nos meus longos cabelos, o céu acima de nós e entre nós, tudo.

Lembro da nossa primeira dança, narizes encostados e eu podia sentir o teu respirar; o teu existir. Lembro de você correndo atrás de mim, tentando me pegar. Dos abraços apertados, das conversas intermináveis, das tuas cantadas baratas e do teu olho azul a fitar o meu. Lembro com desprazer da nossa despedida. Você me disse: “o último beijo”. Como você sabia? Como podia ter tanta certeza de que seria o último? Se eu soubesse…

Vou casar. Daqui a um mês. Eu o amo! E agora te escrevo essa carta sem saber muito bem o motivo. Afinal, mais de 15 anos se passaram… Nossa! 15 anos! Tem coisas que o tempo não apaga, não é?

Cris.

Anúncios

2 comentários sobre “Pedro, eu vou casar.

  1. Lindo isso. Cada momento torna a vida tão mágica, viva e surpreendentemente boa, mesmo nas dificuldades que aparecem, nas surpresas, nos detalhes, em coisas simples como um olhar que encanta e move o mundo.
    Felicidades a vocês. Muito amor e harmonia. =)

    Curtido por 1 pessoa

Declare-se aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s